Cavalgada marca abertura da Expoimp no dia 7

Como acontece todos os anos, na edição 2012 da Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp) está confirmado o seu evento mais tradicional: a cavalgada de abertura, no dia 7 de julho. O evento que começou sem relação alguma com a exposição, hoje foi incorporado à agenda da feira e segue para sua 21º edição. A expectativa é manter o número de participantes do ano passado, quando cerca de 10 mil pessoas participaram do desfile.

Segundo o presidente do Sinrural, Sabino Costa, o objetivo da cavalgada é proporcionar um momento especial ao homem do campo, principalmente, aos operadores da terra, aquelas pessoas que trabalham na lida – os vaqueiros.

Normas
O Ministério Público Federal reuniu autoridades para discutir a segurança dos participantes da Cavalgada de abertura da Exposição Agropecuária da cidade. Um Termo de Ajustamento de Conduta foi definido para garantir a segurança dos cavaleiros e amazonas que vão participar da Cavalgada. Entre as medidas, estão a proibição de carros, a fiscalização do consumo de bebidas alcoólicas e a limitação do número de carroças no evento.

A Cavalgada reúne mais de cinco mil cavaleiros e amazonas. O trajeto começa no centro da cidade, passa pela rodovia Belém-Brasília, e chega ao parque de exposições.

Credenciamento

Os carroceiros que tiverem a pretensão de participar da cavalgada deverão registrá-las na Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Setran) a partir da segunda-feira, 2 de julho, das 8 às 14 horas. De acordo com o presidente do Sinrural, Sabino Costa, esta medida é para garantir maior organização da marcha e mais segurança para os participantes. Sabino argumenta que, ao se inscreverem, os carroceiros assinarão um termo de responsabilidade e receberão orientações sobre o que podem e o que não podem fazer.

Para efetivar a inscrição basta que o condutor e ou proprietário da carroça apresente à Secretaria Municipal de Trânsito documentação pessoal e comprovante de endereço. “A inscrição gera um número que será impresso num adesivo que deverá estar fixado na carroça durante todo o percurso da cavalgada”, explica o presidente do Sindicato.

Ainda segundo Sabino Costa, os critérios definidos conjuntamente determinam que o termo de responsabilidade deixa o condutor ciente de que ele não poderá fazer ingestão de bebida alcoólica durante o percurso da cavalgada, afim de não colocar em risco a vida dos participantes.

Outra medida que foi colocada em prática ano passado e deve prevalecer este ano é o percurso que os carroceiros devem seguir. “As carroças devem ser posicionadas numa espécie de segundo pelotão, atrás das comitivas de cavalos. O percurso vai até o limite da Belém-Brasília, mas os carroceiros devem retornar da altura do Posto Alvorada – antes da Ponte do Cacau”, explicou Sabino, deixando claro que as comitivas de cavalos poderão seguir pelo eixo central da rodovia até o Parque de Exposições. A manutenção desta medida é para diminuir o tempo de obstrução da BR-010 que, nos últimos anos, ficou fechada por mais de quatro horas.

De acordo com levantamento feito pelo Sinrural, há dois anos a passeata mantém o recorde nacional de maior cavalgada do Brasil. No ano passado, cinco mil animais e cerca de 10 mil pessoas participaram do desfile. Como em 2011, a concentração do desfile será na Rua 15 de Novembro, na Beira-Rio, e de lá seguirá para o Parque de Exposição Lourenço Vieira da Silva passando pelas principais ruas da cidade. O horário de saída da cavalgada é as 9 horas da manhã.