Dica: cuidados com alevinos criados em tanques

William Castro

Durante as primeiras fases do peixe, todo cuidado é indispensável para que ele cresça e se desenvolva. O importante nesse início é a forma como os alevinos vão ser colocados nos tanques, por exemplo. É necessário que eles permaneçam próximo ao local durante alguns minutos para que não sofram com a mudança de temperatura. Em seguida, a água do local que eles vão permanecer deve ser misturada à embalagem que os transporta para que sejam evitados os choques de PH, oxigênio e amônia. Então, os alevinos devem ser soltos.

Nesse momento ainda delicado para a sua sobrevivência, os peixes devem ser alimentados com ração de boa qualidade, como as extrusadas flutuantes, que são mais digestivas e facilitam a observação diária, segundo o técnico Cláudio Brito. Ele afirma que as rações iniciais devem possuir de 36% a 55% de proteína bruta.

É importante uma proteção com telas no tanque para evitar o ataque de pássaros aos alevinos. A temperatura da água e a qualidade precisam ser observadas sempre que possível. A limpeza dos tanques, quando necessária, deve ser realizada com a adubação feita com cuim de arroz e ureia. Os peixes devem ser alimentados no máximo cinco vezes por dia, dependendo sempre da quantidade ideal de ração na fase e no peso dos animais. Todos esses cuidados vão ser intensificados com a prática do tratador dos peixes, determinados pela sua observação.