Fazenda Serra Quebrada e a criação de aves

Diego Leonardo Boaventura

Voltar às raízes, esse foi o sentimento do empresário Francisco da Silva Almeida, conhecido como Chico Brasil, ao adquirir 25 anos atrás uma propriedade no KM 58 da BR 122, no município de Buritirana-MA, a 55 quilômetros de Imperatriz. “Nasci no campo e tive que vim para a cidade estudar e trabalhar”, conta. Chico Brasil teve seu primeiro emprego no Armazém Paraíba, em Imperatriz, e lá trabalhou por 22 anos. Segundo ele, a empresa foi uma grande escola e onde começou a gostar do mundo empresarial. Na proporção em que seu salário aumentava e, como existe uma pré-disposição do ser humano em retornar às suas origens, comprou os 150 hectares de terra da atual Fazenda Serra Quebrada.

Andando pela área acidentada da Fazenda Serra Quebrada é difícil acreditar que na propriedade, diferente de outras, o carro-chefe não é o gado, mas, sim, o galo! Não há muitas vacas à vista. A Fazenda nunca havia desenvolvido um projeto específico, somente há dois anos e meio, depois de uma reportagem, o empresário conheceu ‘aquilo’ que iria tornar a propriedade referência em todo o Brasil: o galo índio gigante do Himalaia.

Raça

Desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) do estado de Goiás, o maior galo do mundo surgiu do cruzamento genético da galinha caipira brasileira com raças de origens asiáticas. “Comecei a criar o frango por esporte e, pesquisando, percebi que existia uma demanda de mercado. A partir daí, melhorei o plantel e a estrutura para criação”.

A raça é muito rústica e o abate só acontece a partir do sétimo mês. Os frangos machos são os que crescem mais, chegam até um metro e meio de altura e pesam até seis quilos na sua fase adulta, já na fase jovem ficam numa média de quatro quilos e meio. As galinhas pesam em média três quilos e meio. Os pintos da raça índio gigante nascem, em média, com 20 dias. Hoje, a Fazenda Serra Quebrada está produzindo de 500 a 600 pintos por mês.

Estrutura

Na Serra Quebrada – que recebeu esse nome devido à serra partida que existe na propriedade – possui uma estrutura quase semi-artesanal, no entanto, a reprodução dos ovos já ocorre por chocadeiras. “Nós temos galpões específicos para reprodução do plantel”, detalha. Recentemente, o produtor visitou uma criação da raça índio gigante em Goiânia (GO), pioneira no Brasil no melhoramento dessa genética. Lá observou que a sua estrutura está muito acima dos criadores brasileiros. “Eu diria para você, sem medo de errar, que hoje nós temos a melhor estrutura de organização para melhoramento genético dessa raça no país”, estima.

Há também na propriedade um plantio de acerola, uma horta, produção de leite e um pouco de carneiro. Além da criação de gado de corte, de pato paysandu e de guiné gigante. Este último, a projeção é que no período de postura a fazenda produza mais ou menos de quatro a cinco mil filhotes para colocar no mercado. Para o produtor, a grande sacada é fazer com que a fazenda se torne autossustentável.
Conciliando os afazeres da cidade, que são muitos, Chico Brasil tem duas lojas no interior do Estado, uma pasta no governo estadual e é presidente da Câmara de Dirigentes lojistas de Imperatriz (CDL). Mas sempre encontra tempo para visitar a fazenda. Costuma ir às sextas-feiras à noite e retornar na segunda pela manhã.

Curiosidade

Há alguns anos aconteceu um fato muito interessante na Fazenda Serra Quebrada. Uma ovelha, enjeitada pela mãe, acabou sendo criada em companhia de um cachorro pastor alemão. Os dois se tornaram bons amigos, mas, infelizmente, a ovelha foi roubada numa noite juntamente com cinco carneiros. “Era uma cena interessante, o cachorro sempre andava junto com a ovelha” conta Chico. Além das áreas de produção, a fazenda possui área de reserva florestal e um espaço para lazer, com campo de futebol society. “Eu, além de gostar de trabalhar, também dou umas aulas de futebol quando posso, a impressão que tenho é que o Neymar deve ter me visto jogar”, brinca o produtor rural.

Projetos

Para o futuro, o produtor tem planos de utilizar água da propriedade, que é de excelente qualidade, e colocar uma fonte de água mineral. “Dada à qualidade da água que tenho, muito gostosa mesmo, pretendo fornecer água mineral para a região”, finaliza.